71

Esperança
10/10/2017

Texto Bíblico: Mateus 6:34

Deus é o nosso Criador e, diante de sua perfeição, Ele estabeleceu uma ordem de como nossa mente irá funcionar, dentre elas nos deu: natureza espiritual, racional, consciência, vontade, pensamentos, discernimento… Estabeleceu também os sentimentos, traduzidos em emoções, tudo diante do que precisaríamos.

Em determinado momento de nossas vidas passamos por situações que parecem não ter saída. Nossa mente é preenchida por pensamentos que geram sentimentos de medo, de ansiedade, de angústias, desesperos e dúvidas. Nós não nos preparamos para lidar com “a dúvida”, temos uma necessidade de controle, de saber exatamente como vai ser, qual será a resposta, e isso é um falso engano, e somos levados a uma desesperança quanto ao nosso amanhã, esquecendo o que Mateus 6:34 nos fala: “basta ao dia o seu próprio mal”. Nos esquecemos que a esperança não é apenas um sentimento de quem vê como possível a realização daqui que deseja; mas acima de tudo é a confiança em Deus e fé. Ele diante de sua plenitude nos ensina, no decorrer de toda a sua palavra, que estará conosco para que possamos nos fortalecer nos dias maus.

Firmemos nossa esperança no Senhor, como Ele nos fala na carta aos Hebreus: “Guardemos firme a confissão da ESPERANÇA, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel” (10:23). Por mais assustadoras que as situações se apresentem devemos colocar nossa esperança em Deus, Ele é o nosso refrigério, nossa esperança. Que nossa fé esteja nEle, e diante disso sabemos que somos vitoriosos em Jesus Cristo.

(Silvana Maria Maia Vieira Freitas)