07

Chamados para Esperança
07/08/2017

Ainda que me mate, nele esperarei. (Jó 2:10;13:15)

A esperança pulsava no coração de Jó e alimentava seu corpo debilitado. Como esperar naquele cujo furor consumia sua própria alma? Os inimigos visitaram seu campo, a natureza rebelou-se contra seus filhos e a sombra da morte rondou sua casa. Entretanto, Jó surpreendia com palavras quase ininteligíveis: “Receberemos o bem de Deus e não receberíamos o mal?”. Jó tinha consciência de sua miséria, entendendo que a fragilidade humana é consequência de sua natureza pecadora. A sua aflição derrubou-lhe a fronte, mas não a sua dignidade. Confiado na justiça divina, levantou seus olhos e articulou sua própria autodefesa. “Que o Todo-Poderoso me responda!”, disse Jó. E surpreendeu outra vez: “Ainda que me mate, nele esperarei”. Nenhuma circunstância anularia a esperança na justiça divina. E assim viveu o justo Jó, cuja esperança não lhe furtaram, o vento não arrastou, nem a morte ousou buscá-la. A esperança em um Deus que salva.

(Neolan Silva Junior cresceu na IBFarol junto com sua família e é pastor hoje em Paulo Afonso - BA)