12

Esperança e Unidade no Espírito
12/08/2017

Texto Base: Atos 16:23-26

Segundo os dicionários, gratidão denota reconhecimento por um bem que foi feito. Este reconhecimento pode ser traduzido em forma de sentimento, expressões e/ou atitudes. É quando assimilamos que o que temos não é por merecimento e sim dispensação da Graça de um Deus amoroso e rico em misericórdia.

A Palavra de Deus nos dá inúmeros exemplos de homens e mulheres que tinham na gratidão a forma de dar honra e glória ao Senhor e nos ensinam que devemos ser gratos inclusive quando as coisas não acontecem como esperamos.

Quando vivemos em plena comunhão e dependência de Deus compreendemos sua total soberania e controle de tudo o que acontece, portanto confiamos que Ele sabe o melhor a ser feito e mesmo num momento de extrema dor ou crise, podemos e devemos agradecer (Jó 2:10).

A gratidão brota de corações que reconhecem o amor do Deus criador, que faz com que todas as coisas cooperem para o bem dos que O amam (Rm 8:28). Devemos ser gratos por todas as coisas, boas e ruins, pelos ganhos e perdas, pois isto alegra o coração de Deus (1Ts 5:18).

(Rosana Atanázio foi missionária da JMM em São Tomé e Príncipe - África)